Seguidores

Acompanhem o blog PAGINCA.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Comentário de I Pedro 1:3 [parte 2]

Por Rouver Júnior

COMENTÁRIO

"nos gerou de novo para uma viva esperança" - O Senhor Deus, Pai de Jesus Cristo, pela sua grande misericórdia, nos fez novas criaturas com o objetivo de nos dar uma "viva esperança". Um homem recebe a nova geração e esta maravilhosa esperança única e exclusivamente pela ressurreição de Jesus Cristo. Se o homem não crê na ressurreição de Cristo, que para muitos é loucura, não pode ser gerado de novo nem alcança a incorruptível esperança.

Mas, afinal, o que é a "viva esperança"?

Em primeiro lugar, esperança é o sentimento que nos faz aguardar com paciência algo por ora invisível, não tocável no momento; é preciso ter fé. De fato a esperança se liga muito estreitamente com a fé: "ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem." [Hb 11:1]

Sem fé não há esperança.

Esperar, por sua vez, é manter-se em certo estado de confiança a fim de receber alguma coisa. Nós, os servos de Deus, esperamos confiadamente o cumprimento da promessa feita por Deus a nós: esperamos a plenitude da salvação, quando deixaremos este mundo de dor e aflições para entrarmos nos céus onde Deus está assentado em um alto e sublime trono. Lá não haverá nem mais dor, nem aflição, nem perseguição, nem contrição de sofrimento algum; mas exultaremos eternamente em louvor a Deus.

Outro tanto, a "esperança" é "viva"; não está debaixo do pecado, não é mentirosa, não está debaixo da morte, nem da ira de Deus; é "viva" porque é dinâmica e influencia toda a vida do cristão já aqui na terra. Tal esperança é extremamente consoladora, porque não importa o quanto sofremos e sofreremos, um dia tudo isso vai acabar e virá, brevemente, a vitória, o repouso, o descanso.

Essa esperança nos faz ter grande alegria mesmo nos momentos mais difíceis de nossas vidas. O que nos está guardado não se corrompe nem muda: o próprio Deus foi quem nos preparou, desde antes da fundação dos séculos. Que consolo para todos os que, fiéis a Deus, sofrem perseguições ardentes por causa do nome de Cristo! Somos bem-aventurados. [Mt 5:11-12]

O ímpio pode perguntar-se: "Como este povo sorri, pula, grita, salta de alegria, diz que tudo vai bem, sendo perseguido e passando por tantas dificuldades assim?" A resposta se dá: temos a "viva esperança" concedida por Cristo, mediante o seu tremendo sacrifício na cruz e a sua ressurreição.

"Como Cristo pôde dizer para os perseguidos por causa de seu nome exultarem e se alegrarem? Quem pode exultar em meio a graves sofrimentos? Como explicar a alegria dos mártires? Ora, não somos robôs!"

Mas a resposta é: temos a "viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo, dentre os mortos."

Cristo morreu e depois de três dias ressuscitou, do que temos o vivo testemunho em nosso interior. E pela sua ressurreição temos a vida eterna.

Cristo foi o primeiro a ressuscitar, Ele é o Primogênito dentre os mortos. Várias pessoas foram trazidas novamente à vida por toda a Bíblia, mas nada comparável à ressurreição de Cristo. Podemos, logo, afirmar: Ele é o Primogênito. E, se a ressurreição parece loucura, saiba que "[...] a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens." [1Cor 1:25] Seja isso bem entendido.

Desfrutamos dos benefícios da viva esperança desde já aqui na terra.

O livramento do Egito dado por Deus a Israel e toda a perseguição sofrida no deserto são um poderoso símbolo de nossa vida.

Os israelitas foram tirados do meio de um povo ímpio, nós cristãos verdadeiros fomos tirados do mundo, da nossa vã maneira de viver; eles foram perseguidos pelos egípcios, nós somos perseguidos pelos ímpios; Deus abriu o Mar Vermelho, milagres e livramentos ocorrem na vida de cada cristão; eles andaram 40 anos no deserto, esperando entrar na terra prometida, nós peregrinamos nesta terra aguardando os céus; os que no caminho foram incrédulos morreram no deserto não entrando em Canaã; os que não perseverarem e forem incrédulos também não entrarão nos céus, o repouso prometido.

Retenhamos, portando, a viva esperança, porque, se esperarmos Cristo somente nesta vida, somos os mais miseráveis dos homens.

2 comentários:

Tamires Campos 20 de novembro de 2008 21:21  

Muito interessante!É muito bom saber que temos pessoas no mundo que se preocupam em mostrar as outras a verdadeira felicidade que é Jesus. sinseramente,eu adimiro muito a sabedoria que o senhor tem te dado.Que Deus esteja sempre ao teu lado te abençoando! abraço ♥

Rouver Júnior 20 de novembro de 2008 21:59  

Tamires,

muito obrigado pelas palavras. Tudo que tenho de bom foi Deus quem me deu; todo o métiro é d'Ele.

Preguar a verdade, isto é, a Palavra de Deus é a responsabilidade de todo o servo de Deus.

A Palavra de Deus é maravilhosa. Ela é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê.

Amém.

Deus te abençoe também.

  © Blogger template 'Perfection' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP